Formação profissional no Método DeRose

Para quem quer uma profissão realizadora, que tem mercado, bem remunerada, cheia de desafios, que permite viajar o mundo inteiro e travar contato com pessoas maravihosas, o método DeRose oferece sua formação profissional. Para quem tem interesse, a formação divide-se em dois blocos. o 1° é o módulo filosófico, o 2° é o módulo profissional (excelência técnica em ser um instrutor).

Eu sou formada desde 2003 pela Universidade de Yôga e PUC-PR,  sou muito feliz com o que faço. Ensino, aprendo e evoluo todos os dias. Mais informações, pode me perguntar ou CLIQUE e consulte a escola mais perto de você!

Na quarta dia 29 teve o Sat Chakra de início e fechamento dos módulos filosófico e profissional, na Unidade Cabral, que reuniu instrutores e alunos das 6 escolas de Curitiba. Confira:

sat chakra interunidades julho09Foto: Instr. Diego Borba

Deixe um comentário

Arquivado em Filosofia

Lançamento de livro do DeRose

capa Viagem à India dos YôgisDeRose estará em Curitiba no próximo final de semana para participar do 2º Encontro Internacional de Instrutores do Método DeRose e fará o lançamento do seu  novo livro Viagem à Índia dos Yôgis.  A noite de autógrafos será durante a festa de Reinauguração da Unidade Champagnat, na sexta 24, às 21h. Rua Angelo Sampaio 2384.

Estarei lá!

Deixe um comentário

Arquivado em Livros

2ºEncontro Internacional de Instrutores do Método DeRose

Nos dias 24, 25 e 26 deste mês eu participarei do 2º Encontro Internacional de Instrutores do Método DeRose.

Um evento em Curitiba com a presença do prof. DeRose, instrutores e professores do mundo inteiro, com a finalidade de aprimoramento técnico, atualização e intercâmbio de idéias.

Confira nota clicando aqui: imprensa

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Arraiá do SwáSthya

No dia 4 de julho fizemos um Arraiá do SwáSthya na escola Batel. Foi muito divertido, teve a presença de todas as escolas do Método DeRose de Curitiba, familiares dos alunos e vários amigos. Veja as fotos  no blog da Unidade Batel.

arraiá

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A filosofia veio antes da ciência

Numa manhã dessas  eu estava me preparando para sair de casa,  liguei a TV e lá estva uma matéria que me chamou a atenção. Autocura para pessoas com problemas de visão. Comecei a achar familiaridade nas técnicas ancestrais que o Yôga utiliza e que eu mesma ensino nas aulas.

A convidada do programa dizia que as pessoas tinham que tomar um pouco de sol e depois atritar as mãos e colocar as palmas sobre os olhos “para trazer energia”.  Mais para frente foi colocado um tapa-olho nas modelos, e para cada uma, entregue uma flor. O exercício consistia em aproximar e afastar a flor, percebendo seu foco de nitidez.

Ora bolas, muitas pessoas que estão lendo sabem do que se trata. É uma técnica milenar, chamada de trátaka, utilizada em práticas de Yôga, mas sem a necessidade de tapa-olho e flores, como forma de aumentar o espectro da visão, fortalecer a musculatura ocular, assim como fortalecemos qualquer músculo do nosso corpo. A energia do sol e das palmas atritadas umas as outras, é conhecida como prána. Definição de prána segundo o livro Tratado de Yôga do prof.  DeRose: “Prána é qualquer energia manifestada biológicamente”. Tudo o que manifesta vida, tem prána.

Nas aulas do Método DeRose  utilizamos milhares de técnicas muito antigas, de forma a aumentar a qualidade de vida e a vitalidade. Não é mera coincidência que a ciência aplique, mesmo para fins terapêuticos, conhecimentos de mais de 5 mil anos.

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura

Padre católico faz dança indiana

Série da TV Lumen, Quase Famosos, mostra padre fazendo dança indiana.

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura

Qualidade de Vida

Hoje em dia muito se fala em qualidade de vida, mas o que é isso exatamente? Com certeza o conceito não é igual para todo mundo. Mas há um senso comum. Podemos dizer que as pessoas buscam estar felizes com elas mesmas e com o que as cerca. Mas somos humanos, somos insatisfeitos!!  O bom pode melhorar e o ótimo pode ficar ainda melhor. Pois não é bem assim, aprendi estes dias, que na ânsia de  querermos melhorar o que já está bom, corremos o sério risco de estragar.

Momentos com qualidade de vida pra mim é conseguir saborear o presente, sem pensar muito no futuro e no passado. Tenho um aluno  que diz que presente não tem este nome por acaso!

Algumas atitudes na vida nos ajudam a estar presentes para curtir a vida com mais qualidade.

Quer viver melhor? Pare um pouco com esta loucura desvairada da sua vida e da sua mente e não pense em nada. Simplesmente não pense. Tente, durante 1 minuto ficar parado e não pensar em nada. Dificil, não?! Quem na escola nos ensinou a não pensar, a deixar o racional de lado, para apenas sentir, intuir, apreciar? Pois é, quantos anos perdidos em meio a tanta racionalidade. Quanto peso, quanta densidade.

Deixe um comentário

Arquivado em Filosofia